terça-feira, maio 18, 2021
HomeCovid-19Mãe de Virgínia Mendes morre após 10 meses internada e novo teste...

Mãe de Virgínia Mendes morre após 10 meses internada e novo teste positivo para Covid-19

A mãe da primeira-dama Virgínia Mendes, dona Euridice Gomes da Silva, faleceu nesta segunda-feira (3) após testar positivo pela segunda vez para Covid-19. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Mateus, no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá.

Dona Euridice havia deixado o hospital no último dia 20 de abril, após passar dez meses internada em São Paulo, sendo sete em UTI e quatro em enfermaria. Ela voltou para o hospital na última sexta-feira (30).

Dona Euridice ficou internada por dez meses em São Paulo, sendo sete meses em UTI e mais três em enfermaria. Ela teve alta no último dia 20 de abril, e foi internada na última sexta-feira, dia 30.

Na sexta-feira (30), Virgínia Mendes deixou de ir até a entrega dos cartões do Ser Família Emergencial para acompanhar a sua mãe. Nesta segunda-feira (3), a primeira-dama participou da entrega dos cartões do Ser Família Emergencial e se emocionou ao falar da saúde da mãe.

O Governo do Estado emitiu nota:

O Governo de Mato Grosso lamenta o falecimento de dona Euridice Gomes da Silva, mãe da primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, nesta segunda-feira (03.05), aos 78 anos, por complicações da Covid-19.

O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, externou condolências à primeira-dama, ao governador Mauro Mendes e todos os familiares. Como amigo da família, ele fez questão de destacar o quanto dona Euridice era querida por todos os que a conheciam.

“Dona Euridice foi uma pessoa extremamente alegre, divertida e que fazia questão de agradar a todos. O que ela mais gostava era de reunir a família e ter todos por perto. Estou muito triste com o falecimento dela e eu e toda minha família vamos sentir muita falta de ter a companhia dela em nossos encontros. Era uma pessoa muito religiosa e, por isso, tenho certeza de que irá descansar nos braços de Deus. Estamos todos em oração para que Deus dê conforto a Virginia, ao Mauro e aos netos. É uma perda irreparável para toda a família e amigos”, disse Mauro Carvalho.

Dona Euridice foi infectada com a Covid-19 em julho de 2020 e travou uma batalha com a doença, permanecendo internada em um hospital de São Paulo por 10 meses. No final de abril, ela recebeu alta hospitalar e retornou para casa em Cuiabá, para continuar o tratamento. Porém, foi reinfectada após 10 dias e, infelizmente, não resistiu às complicações da Covid-19.

Dona Euridice sempre fez questão de estar próxima da família e deixa a filha Virginia, o genro Mauro e os netos Ana Carolina, Luiz e Maria Luiza.

 

OLHAR DIRETO

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments