terça-feira, abril 13, 2021
Home Curiosidades NOTA DE PESAR – HERBERT BARTZ

NOTA DE PESAR – HERBERT BARTZ

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso lamenta profundamente a morte do produtor rural Herbert Bartz, de 83 anos, considerado pioneiro do plantio direto no Brasil. Ele morava em Rolândia, no Paraná.

Os trabalhos de Bartz com plantio direto iniciaram nos anos de 1970, com a inserção da lavoura de soja na resteva do trigo. A modalidade é considerada uma revolução no sistema produtivo brasileiro. Conforme especialistas, o atual cenário da agricultura brasileira se deu pela mudança no método de plantio.

Presidente da Aprosoja, Fernando Cadore, lamentou a perda e lembrou a contribuição do produtor rural para agricultura do país. “Plantio direto foi uma revolução para agricultura brasileira, viabilizando a produção no cerrado e possibilitou a agricultura moderna. Quando se fala em agricultura sustentável é de plantio direto que estamos falando”, pontuou.

“O que na época foi considerado loucura fez com que a agricultura brasileira avançasse. Hoje conseguimos as maiores médias de produtividade no mundo, com sustentabilidade, preservação ambiental e ainda assim garantindo o grande boom na produção brasileira”, disparou o vice-presidente da associação, Lucas Costa Beber.

Produtor rural e associado ao núcleo de Tangará da Serra, Rui Wolfart, conheceu de perto os trabalhos desempenhados por Bartz, em 1972, no Paraná. “Aquilo me impactou fortemente e levei essa informação para minha universidade. Nossa produção de soja e milho é altamente sustentável, a partir de seus ensinamentos básicos de como nós devemos conduzir a nova agricultura no mundo”.

Bartz deixa a esposa Luíza,  filha Marie e  filho Johann Bartz.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments