terça-feira, maio 18, 2021
HomeDestaque principalMédico pré-candidato a prefeito de Diamantino é condenado por esquema de corrupção...

Médico pré-candidato a prefeito de Diamantino é condenado por esquema de corrupção no Detran

Pré-candidato a prefeito de Diamantino, o médico Manoel Loureiro Neto foi condenado juntamente com mais seis pessoas, entre eles empresários e servidores por um esquema de corrupção no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Mato Grosso. Todos foram acusadores de integrar uma quadrilha especializada em fraude na expedição de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A decisão, publicada nesta sexta-feira (24 de abril) foi proferida pelo juiz Bruno D’Oliveira Marques. A Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE) tramitava na Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá.

Manoel Loureiro Neto, conhecido como Dr. Manoel foi condenado à perda da função pública, suspensão dos seus direitos políticos pelo prazo de três anos, pagamento de multa civil correspondente ao valor de uma remuneração mensal recebida na época dos fatos e proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de três anos.

De acordo com a acusação, o médico diamantinense era quem inseria informações falsas sobre a realização do exame de acuidade visual no Sistema de Habilitação, sem que houvesse sequer perícia ou qualquer contato com os clientes da quadrilha.

Condenados
Foram condenados o então coordenador do setor de habilitação do Detran João Shimada, o médico credenciado junto a 54ª Ciretran de Diamantino Manoel Loureiro Neto, o estagiário Danilo Raphael das Neves, os empresários Marlene Fátima Rodrigues e Altair Libério Pinto Júnior, proprietários da Autoescola Hobby, além de Abel Marques da Silva e Daniel Rodrigues Pereira.

Segundo apurou o MPE, os fatos que levaram à acusação e posterior condenação dos envolvidos ocorreram no ano de 2002. Os integrantes do esquema tinham como objetivo emitir carteira de habilitação sem a realização de exame de saúde, provas teóricas e práticas, com pagamento de propina, que era embolsada pelos componentes da quadrilha. Foi constatado ainda centenas de carteiras de habilitação do Detran foram fraudadas pela quadrilha.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments