sexta-feira, agosto 19, 2022
HomeCuriosidadesPrimeira-dama Márcia Pinheiro recebe homenagem por programa voltado aos órfãos do feminicídio

Primeira-dama Márcia Pinheiro recebe homenagem por programa voltado aos órfãos do feminicídio

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, foi homenageada pela iniciativa do programa Solidariedade em Ação, durante a 11ª edição do Top Empresarial, um dos principais prêmios de Mato Grosso que envolve gestores públicos e privados do Estado.

O reconhecimento feito pelos organizadores do prêmio, Edna e Geraldo Araújo, do Grupo Mais Comunicação & Marketing, foi em virtude da idealização do programa que prevê a transferência de renda, no valor de meio salário mínimo, R$ 606, às crianças órfãs do feminicídio.

Ao todo, são 20 crianças atendidas, em 2022, sendo oito já aptas a receberem o auxílio financeiro, de acordo com as regras do programa instituída por lei.

“Essas crianças quando ficam órfãs da mãe, na grande maioria das vezes acabam ficando com parentes próximos que, de um dia para o outro, se veem diante da necessidade de oferecer um lar com estabilidade financeira e emocional. Essa renda ajuda essa família nesse processo, seja para uma necessidade médica, psicológica ou econômica”, frisou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

É a terceira vez que a primeira-dama recebe prêmios pela relevância social de seus projetos. As duas primeira foram em razão do programa Qualifica Cuiabá, que já certificou mais de quase 6 mil pessoas, sendo mais de 4 mil mulheres para o mercado de trabalho.

“Essas premiações são gratificantes porque é reconhecimento do raio de abrangência que atingimos. O Qualifica é surpreendente. Quantas mulheres e famílias buscaram conhecimento e na pandemia aplicaram essas noções de empreendedorismo e superaram a crise econômica. Quantas mulheres deixaram a dependência financeira de seus companheiros e assim saíram do ciclo de violência doméstica”, frisou.

O programa Qualifica impressionou a ministra, na época, Damares Alves que convidou a primeira-dama a integrar a comitiva brasileira na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque. Entretanto, a oportunidade acabou não se realizando em detrimento do avanço da pandemia, em 2020.

O Governo Federal chegou a lançar uma edição, a nível federal do programa, com as mesmas características, que visa levar qualificação profissional às mulheres em 14 estados do Brasil, com mais de 24 mil vagas.

“Ficamos muito felizes que a iniciativa parte de Cuiabá e acaba sendo referência para que outras unidades do Brasil adotem esse importante programa. É necessário oferecer oportunidade para a população mais vulnerável para que eles possam buscar mais igualdade social e serem menos dependentes do poder público”, destacou.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments