sábado, abril 10, 2021
Home Destaque Segurança Pública aumenta efetivo de militares e civis nas ruas de Cuiabá...

Segurança Pública aumenta efetivo de militares e civis nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande

A fase integrada da Operação Dispersão IV que teve início na noite desta quinta-feira (11.03), aumentará o efetivo de policiais civis, militares e bombeiros nas ruas de Cuiabá e Várzea Grande. Por dia, 177 servidores da Segurança Pública e mais de 40 viaturas vão fiscalizar as ruas da região metropolitana.

A iniciativa se deve ao cumprimento das medidas estabelecidas pelo Governo do Estado por meio dos decretos 836 e 837/2021, que restringe a circulação de pessoas e do funcionamento do comércio no período noturno para evitar a proliferação do Covid-19.

Para a operação pode ser esperado o endurecimento das ações repressivas, com o fechamento de estabelecimentos, a aplicação de multas e até mesmo a prisão de pessoas que não cumprirem as medidas de restrição estabelecidas pelo Governo do Estado. No entanto, o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, lembrou que o maior objetivo da operação é outro.

“O decreto do Governo do Estado jamais seria editado se não fosse para salvar vidas. Essa operação é para evitar que mais pessoas se internem em hospitais e que mais pessoas morram de Covid-19. Em homenagem a essas pessoas que estão internadas e àquelas que já se foram estamos trabalhando para que esse número não aumente mais”, destacou Bustamante.

A operação também contará com 13 pontos estratégicos de bloqueios para uma maior fiscalização de veículos que estejam circulando entre os horários proibitivos, além da realização de operações da Lei Seca, como a que ocorreu na noite desta quinta-feira e autuou um total de 25 motoristas.

“O momento de adaptação da sociedade com o decreto já passou e nós entendemos que as pessoas que não o cumprirem sentirão a força da lei. Hoje quem não está cumprindo o decreto são as pessoas que estão disseminando o Covid e estamos nas ruas para impedi-las”, lembrou o secretário da Sesp-MT.

A Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) que está nas ruas desde o primeiro dia do decreto (03.03) já dispersou até a madrugada desta quinta-feira 1.872 aglomerações em todo o estado, realizando 182 detenções, além de mais de 23 mil pessoas orientadas sobre o novo decreto. Em todo o estado, mais de mil policiais militares estão nas ruas.

“A Polícia Militar já está nas ruas desde o ano passado. Além do cumprimento do decreto mais restritivo, estamos nas ruas para salvaguardar vidas controlando os índices criminais e combatendo o crime. Vale ressaltar que os policiais que estão atuando na Operação Dispersão IV não geram prejuízos ao policiamento já existente”, disse o comandante geral da PMMT, coronel PM Jonildo José de Assis.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments