segunda-feira, junho 14, 2021
HomeOpiniãoCuidado com o orgulho!

Cuidado com o orgulho!

Francisney Liberato

Infelizmente, têm muitos seres humanos que são orgulhosos. Pessoas que se inflamam com as suas capacidades e habilidades, que se acham melhor do que o outro, que entendem ter uma posição de destaque em detrimento de outro indivíduo.

Mas afinal, o que é ser uma pessoa orgulhosa? É aquele indivíduo que se coloca numa posição superior ao do outro ser humano. O seu “eu” se encontra elevado demais. Aquele que diz saber de tudo e que não precisa mais aprender.

Quando há excesso de amor-próprio, porém a partir do momento que a pessoa se coloca em uma posição superior ao outro, automaticamente, rebaixa os que estão ao seu redor.

 

Como ensinar quem não quer apreender? Como conviver com pessoas dessa natureza?

É certo que todos nós estamos sujeitos a ser contaminados por esse vírus mortal denominado de orgulho, o qual contaminou inclusive Lúcifer lá no céu, pois o seu desejo era ser superior e melhor do que o próprio Criador.

Renunciar o próprio “eu” creio que seja um passo relevante que podemos ter se, efetivamente, decidirmos reescrever a nossa história orgulhosa.

Como ajudar uma pessoa orgulhosa se ela não aceita opinião do outro? Como tentar sensibilizar um ser humano dessa estirpe?

Vejo que o desafio seja grande para quem convive com indivíduos assim, uma vez que não há solução mágica, muito menos remédio para tratar de um indivíduo que não reconhece que está doente e que precisa de ajuda.

O vírus do orgulho está em todos os lugares, por todos os países, em todas as classes sociais, por todas as regiões, inclusive nas discussões corriqueiras da vida: política, religião, futebol, enfim, em todos os tipos de segmentos, em muitos relacionamentos, e a depender da situação, o pior de tudo é estar dentro de você e de mim.

As pessoas são diferentes, ninguém pode obrigar ao outro a ser igual a você, é necessário respeitar e ser humilde, pois, a partir do momento que desejamos impor a nossa vontade, ideologia, pensamentos sobre terceiros, isso também é um tipo de orgulho.

Há pessoas ricas, mas humildes. Porém, há indivíduos pobres financeiramente, entretanto ricas em orgulho.

Se você tem um gene, vírus ou DNA do orgulho na sua mente, você precisa dar uma chega para lá nessa característica que atrapalha o seu desenvolvimento e o seu crescimento como ser humano. É possível, sim, ressignificar a sua vida, para quebrar esse ciclo vicioso que já existe, quem sabe, há anos na sua família e na sua convivência.

O mundo muda, tudo muda; a tecnologia se transforma; as pessoas crescem e se desenvolvem; as habilidades têm possibilidades de crescer, sendo assim, você deve mudar a sua mentalidade e abandonar os seus velhos comportamentos e hábitos, a fim de reordená-los para algo melhor e sustentável.

Mude suas crenças e pensamentos para tudo que é bom, saudável e humilde. Traduza-se e reinvente sua vida.

Se você tomou um copo com suco de uva e, após, deseja colocar água pura no mesmo copo, o gosto não será adequado. Porém, se você lavar o copo, esvaziando e limpando o resto de suco, ao colocar novamente a água, o gosto será puro e gostoso.

Se quisermos quebrar o orgulho da nossa vida, é necessário esvaziar o copo, extirpando tudo de ruim que se encontra dentro dele, após introduzir “novos líquidos”. É necessário esvaziar a mente e a memória, para só então aprender novos hábitos, atitudes e mentalidade nova, como uma água pura.

Não espere levar um tombo na vida para quebrar o ciclo do orgulho. Se hoje você entende que tem esse vírus e quer readequar a sua vida, não hesite em entrar nessa batalha. Persista, continue firme, seja uma pessoa melhor e querida.

Aprenda com os conselhos de Cristo, que mesmo sendo o Rei do Universo, veio de forma humilde para nos ensinar como quebrar o ciclo do orgulho de nossas vidas.

Francisney Liberato é auditor público externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments