quarta-feira, agosto 17, 2022
HomeDestaqueRoupa usada pela amiga é encontrada

Roupa usada pela amiga é encontrada

Redação

A mãe do namorado de uma das irmãs das adolescentes que efetuou um disparo supostamente acidental que matou Isabele Ramos Guimarães de 14 anos procurou à Polícia Civil, após encontrar roupas que poderiam ter sido usadas no dia da tragédia pela amiga.

O caso correu no último dia 12 de junho, em uma residência, localizada no condomínio de luxo Alphaville I, em Cuiabá.

Conforme noticiado pela TV Centro América, os vestuários foram encontrados escondidos na sala da casa, pela mulher, no dia seguinte. Imediatamente, ela recolheu as vestimentas e entregou a Polícia Civil, responsável pela investigação do caso.

Maiores informações sobre o estado ao qual se encontrava os pertencer não foram divulgados.

Recentemente, a família da vítima contratou um perito criminal para dar suporte às investigações. Um laudo de necropsia revelou que o tiro que matou adolescente foi efetuado em curta distância.

Nesta terça-feira (28), os três irmãs da adolescente, sendo dois de 14 anos e uma de 17, prestaram depoimento na sede da Delegacia Especializada nos Direitos da Criança e Adolescente (Deddica). Eles estavam presentes na residência – data do crime e foram ouvidos pelo delegado Francisco Kunze por duas horas e meia.

As investigações iniciais apontam que tiro supostamente acidental que matou a vítima teria sido disparado pela amiga. Toda família, inclusive ela, eram praticantes de tiro esportivo.

Entenda o caso
Uma adolescente identificada pelas iniciais, Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, morreu no último dia 12 deste mês após ser atingida por disparo acidental no rosto supostamente efetuado pela amiga também de 14.

A fatalidade ocorreu no banheiro da residência. Na ocasião, a adolescente teria ido até o cômodo para guardar as duas armas, deixadas no local por seu namorado.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da garota. O caso segue sendo investigado.

O caso segue sendo investigado.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments