quarta-feira, abril 14, 2021
Home Política Mendes articula grupo político de peso para disputar as eleições de 2022

Mendes articula grupo político de peso para disputar as eleições de 2022

Redação

As articulações visando as eleições de 2022 já começaram, e um dos primeiros partidos a se movimentar no tabuleiro político é o Democratas, que saiu desgastado do pleito municipal, não disputando com candidato próprio nas duas principais cidades do Estado, ou seja, foi coadjuvante em Cuiabá e Várzea Grande.

No intuito de fortalecer a legenda e ter um grupo político forte e unido para o próximo pleito eleitoral, o governador Mauro Mendes (DEM) já tem nas mangas alguns nomes com capilaridade eleitoral visando uma vaga na Assembleia Legislativa, entre eles, destacam-se o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto Dois a Um, e o presidente da Companhia Mato-grossense da Mineração (Metamat), Juliano Jorge.

Beto vem se destacando dentro do governo, primeiramente como secretário-chefe de Gabinete de Governo e agora na Secretaria de Cultura. Ele ainda é presidente do diretório municipal do DEM em Cuiabá, conseguindo eleger a vereadora Michelly Alencar, fazendo com que depois de muito tempo a legenda retomasse uma cadeira na Câmara Municipal.

Já Juliano Jorge conseguiu retomar a viabilidade financeira da Metamat, que estava ameaçada de extinção pelo governo pela falta de operacionalidade, dando prejuízo ao erário. Hoje, a Companhia Mato-grossense da Mineração tornou-se uma referência no Estado, fazendo um trabalho de regularização de garimpos, além de auxiliar as prefeituras com a perfuração de poços artesianos.

Em entrevista ao Notícia Max, Juliano Jorge admite a possibilidade de disputar uma vaga no Legislativo estadual, mas condiciona uma candidatura à desistência de seu irmão deputado Romoaldo Júnior (MDB) não buscar a reeleição.

“Existe a possibilidade do deputado Romoaldo não ser candidato a deputado estadual e conversei com ele, que apontou que seu deveria ser candidato, pois tenho experiência política, já sendo duas vezes vereador em Alta Floresta, já assumi na Assembleia 1 ano e 4 meses, já tenho uma bagarem política razoável”, pontuou Juliano.

O Democratas, pelo que depender do empenho do governador Mauro Mendes, terá um time de peso em 2022. Os nomes dos secretários Mauro Carvalho (Casa Civil) e Gilberto Figueiredo (Saúde), também já aparecem nas bancas de apostas. Embora desconversem, principalmente Carvalho, que sempre diz não ter intenção de disputar um cargo público, a verdade é que são cotadíssimos não apenas à Assembleia Legislativa, como também a uma cadeira na Câmara Federal.

Ainda constam como possíveis candidatos o secretário de Educação, Alan Porto, e o irmão do ex-senador Cidinho Santos, Wener Santos, que hoje atua na MT-Par.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments