sexta-feira, abril 16, 2021
Home Agronegócio EUA aprovam comercialização de flor transgênica

EUA aprovam comercialização de flor transgênica

Agrolink

Depois de anos passando despercebidos no mercado norte-americano e europeu, os Estados Unidos acabam de publicar a desregulamentação das variedades de petúnia geneticamente modificadas, desenvolvidas com a inserção de um gene do milho que permite produzir o pigmento pelargonidina, uma antocianina presente em outras flores, bem como em vegetais e frutas comestíveis.

Depois de revisar a petição e os dados disponíveis, o Serviço de Inspeção de Sanidade Vegetal e Animal (APHIS) publicou um período de 30 dias para comentários públicos antes da determinação do status não regulamentado das petúnias A1-DFR, um projeto de Avaliação de Risco de “pragas de plantas” (risco de propagação para o ambiente”), um projeto de Avaliação Ambiental que analisou os potenciais problemas e impactos ambientais e uma conclusão preliminar de nenhum impacto significativo.

Depois de analisar minuciosamente todos os comentários públicos, o APHIS determinou que a variedade de petúnia A1-DFR provavelmente não representará um risco de praga para culturas agrícolas ou outras plantas nos Estados Unidos. Portanto, as petúnias A1-DFR e qualquer progênie delas derivada não devem mais ser consideradas regulamentadas pelo regulamento APHIS. Documentos ambientais finais podem ser acessados no portal de notícias BRS.

Detectar plantas geneticamente modificadas provavelmente será mais difícil. Cepas feitas com novas tecnologias de edição de genes, como CRISPR, por exemplo, não podem conter qualquer evidência definitiva de adulteração. Enquanto isso, o APHIS está estudando projetos de regulamentação (ainda nos estágios iniciais de comentários públicos) segundo os quais a presença de DNA de “praga de planta” por si só não acionaria mais a vigilância.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments