sexta-feira, abril 16, 2021
Home Ciência Bolsas do EUA fecham em queda pressionadas pelo setor de tecnologia

Bolsas do EUA fecham em queda pressionadas pelo setor de tecnologia

Reuters

Os mercados de ações dos Estados Unidos encerraram em baixa pela terceira sessão consecutiva nesta terça-feira, com os papéis de pesos pesados de tecnologia estendendo o “sell-off” (onda de vendas), enquanto a Tesla sofreu sua maior queda percentual diária após a ação ter ficado de fora na composição do índice S&P 500.

O Dow Jones caiu 2,25%, para 27.500,89 pontos, o S&P 500 perdeu 2,78%, para 3.331,84 pontos, e o Nasdaq registrou queda de 4,11%, para 10.847,69 pontos.

Todos os 11 principais setores do S&P tiveram queda, com tecnologia e energia liderando as perdas. Notícias na sexta-feira de que o SoftBank realizou compras significativas de opções durante a escalada dos índices de ações nos EUA aumentaram o nervosismo dos investidores.

O setor de tecnologia mais uma vez puxou os índices para baixo, com queda de 4,59%, a terceira consecutiva e no pior desempenho em três dias do índice setorial desde meados de março. Mesmo com a baixa recente, o segmento continua com o melhor desempenho no ano.

“O mercado ficou caro, teve um rali, ficou muito concentrado, e as pessoas ficaram realmente eufóricas”, disse Willie Delwiche, estrategista de investimentos da Baird em Milwaukee. “Todos estão posicionados de um lado, não é preciso muita agitação para derrubar algumas maçãs do carrinho.”

As ações do setor de energia despencaram 3,71%, já que os preços do petróleo caíram abaixo do nível de US$ 40 por barril.

A recuperação de Wall Street, alimentada em grande parte por grandes quantidades de estímulos monetários e fiscais, foi interrompida na semana passada, com o Nasdaq chegando a cair 9,9% em relação ao seu recorde intradiário, uma vez que investidores embolsaram lucros após um rali que elevou o índice em torno de 70% das suas mínimas da pandemia. As perdas de terça-feira colocaram o índice 10% abaixo da sua máxima de fechamento, confirmando correção iniciada em 2 de setembro.

Nas mínimas da sessão desta terça-feira, Facebook , Amazon.com, Apple, Tesla, Microsoft, Alphabet e Netflix perderam, conjuntamente, mais de US$ 1 trilhão em valor de mercado desde 2 de setembro.

Tesla desabou 21,06%, sua maior queda percentual diária, já que a montadora de carros elétricos foi excluída de um grupo de empresas que estão sendo adicionadas ao S&P 500. Investidores esperavam amplamente sua inclusão após forte balanço trimestral divulgado em julho. Até o fechamento de sexta-feira, a ação havia subido cerca de 400% neste ano.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments