segunda-feira, junho 14, 2021
HomeCotidianoPJC prende suspeito com carro clonado

PJC prende suspeito com carro clonado

A Polícia Civil apreendeu um caminhonete clonada nesta quarta-feira (29.04), em Diamantino (208 km a Médio Norte de Cuiabá).

Além da apreensão do veículo de alto valor de mercado, a ação resultou na prisão em flagrante da pessoa que tentava realizar a venda da caminhonete pelos crimes de receptação, adulteração de sinal de veículo automotor e uso de documento falso.

As investigações iniciaram após o proprietário de uma caminhonete Toyota Hilux com características identificas ao veículo clonado registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Sinop (499 km ao Norte de Cuiabá) relatando que recebeu uma multa de trânsito de Cuiabá, porém nunca esteve na Capital com o veículo.

Evidenciada a existência do clone, os policiais de Sinop levantaram suspeitas de que o veículo clone estaria em Diamantino, repassando as informações para equipe da Polícia Civil do município. Iniciadas as diligências, os investigadores localizaram a caminhonete em uma loja de compra e venda de veículos da cidade.

Em checagem do veículo, foi constatada a adulteração dos chassis feita de forma profissional. O responsável pela caminhonete foi localizado no escritório da empresa e apresentou documento falso do veículo, sendo constatado que a cédula utilizada era produto de furto, ocorrido no Detran de Jangada no ano de 2016.

Diante das evidências, o suspeito, que tentava realizar a venda do veículo, foi conduzido à Delegacia de Diamantino, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação, adulteração de sinal de veículo automotor e uso de documento falso.

Segundo o delegado de Diamantino, Gilson Silveira do Carmo, a clonagem do veículo foi realizada de forma bastante sofisticada, com nível alto de qualidade, visando dificultar qualquer sinal de visível de adulteração.

“As quadrilhas estão se especializando, fazendo as remarcações de forma bastante profissional. Quanto maior o valor do veículo, melhor é a adulteração dos detalhes, deixando todos os itens de segurança de acordo com dados do veículo original”, explicou o delegado.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments