sexta-feira, maio 7, 2021
HomeCovid-19SESI Papa já vacinou mais de 5,2 mil idosos na primeira semana...

SESI Papa já vacinou mais de 5,2 mil idosos na primeira semana de funcionamento e vacina mais de 2 mil idosos nesta terça-feira (20)

Na primeira semana de funcionamento, de segunda (12) a sábado (16), 5.284 doses da vacina contra a covid-19 foram aplicadas no polo SESI Papa, em idosos acima de 65 anos de idade. Nesta terça-feira (20), a meta da equipe que atende no polo é vacinar 2 mil idosos entre 65 e 69 anos de idade que estão com a primeira dose agendada. O ponto de vacinação funciona no modelo drive-thru, em parceria com o sistema FIEMT e com o Serviço Social da Indústria (SESI), que disponibilizaram o local, estrutura física e pessoal para contrbuir na campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”. A Secretaria de Mobilidade Uubana (Semob) também é um parceiro que tem atuado na orientação dos condutores que chegam ao local.

Marcel Lemos, coordenador do polo de vacinação do SESI Papa, afirma que a avaliação da primeira semana de funcionamento é positiva e que está otimista para ampliar cada vez mais a vacinação dos idosos cuiabanos. “Nós já vínhamos nos preparando para essa projeção de aumento há alguns dias. Fomos adequando e vimos que tem condições de aumentar a capacidade. Então, a equipe está preparada, aumentamos o quantitativo de pessoal na portaria para dar fluxo e vazão e atender da melhor maneira possível a população cuiabana, que tanto merece! Estamos bastante otimistas, o fluxo está bastante intenso, mas tudo bem tranquilo”, afirma o coordenador.

Avaliação dos usuários

Como é de praxe no polo SESI Papa, mesmo com horário de funcionamento das 9h às 17h, a abertura da vacinação começa mais cedo, assim que a Vigilância Epidemiológica entrega as doses. Além disso, idosos que comparecem de motocicleta estão tendo prioridade na fila do drive-thru, com uma mesa de vacinação exclusiva, para que não fiquem muito tempo a espera debaixo do sol. Nesta terça-feira (20), a vacinação começou pontualmente às 8h. A aposentada Amélia Ferreira de Almeida Batista, 67, aprovou a iniciativa. “Muito bom que agiliza as pessoas que estavam doidas pra tomar a vacina. O atendimento é ótimo!”, disse.

Dona Amélia aproveitou para contar que em sua casa o esposo, Clídávio Celestino Batista, 74, e o filho, que é policial militar já foram vacinados. “Só faltava eu. Eu tô doida pra sair! Tô doida pra andar lá no centro. Eu amo andar, ver coisas novas, coisas bonitas. Estou trancada dentro de casa há quase 2 anos! Não é fácil! Vou esperar a segunda dose e assim que tomar a segunda dose, é rua!”, afirmou, bem humorada.

Já o senhor Clídávio Celestino Batista, 74, que tomou a primeira dose no polo do Centro de Eventos do Pantanal e está com segunda dose agendada para o dia 7 de maio, elogiou as estruturas montadas pela Prefeitura de Cuiabá para atender à população que busca a vacina contra a covid-19. “Tanto aqui como lá no Centro de Eventos do Pantanal, a nota é 10! Muito bem organizado, pessoal muito educado. Fiquei admirado de ver”.

Valdelice da Cruz Nogueira, 69, foi outra idosa vacinada no polo SESI Papa nesta manhã que também elogiou a organização da campanha, enquanto aguardava o espaço pós-vacina. “Estou me sentindo bem, não tô sentindo nada, graças a Deus. Fui muito bem tratada, bem recebida. Adorei!”.

Solidariedade

Dona Valdelice foi levada ao polo de vacinação no modelo drive-thru pelo amigo Antônio Armando Martinez, já que ela tem um problema na perna e seu filho mora em Rondonópolis. “Nessa hora a gente tem que se ajudar. A Valdelice, outras pessoas por perto de casa, a gente sempre procura ajudar”, afirmou Antônio, relatando que também tem ajudado idosos sem habilidade com a internet a fazerem o cadastro para vacinação.  “A forma como o cadastro está sendo feito é até mais seguro, mas eles não têm muito conhecimento de ficar acessando, mas a gente aproveita que está todo mundo casa e procura ajudar as pessoas”.

Questionado sobre o motivo do gesto de solidariedade, o amigo de dona Valdelice destacou que a pandemia pede essa atitude das pessoas. “Eu acho que, com tudo o que está acontecendo, a pandemia veio pra mostrar que não somos nada e que é hora da gente se ajudar. Se você tem alguma coisa a mais, que não esteja precisando naquele momento, passe para alguém que está precisando. Se puder ajudar, ajude. E vamos torcer pra gente sair dessa”.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments