Especialistas da USP Utilizam Nova Tecnologia para Estimar Público no Ato de Bolsonaro na Paulista: 185 mil Presentes

0
87

A recente manifestação liderada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na Avenida Paulista, ocorrida no último domingo (25), atraiu uma multidão de aproximadamente 185 mil pessoas, conforme estimado pelo Monitor do Debate Político no Meio Digital da Universidade de São Paulo (USP). Essa nova abordagem para calcular a presença de indivíduos em eventos políticos apresenta uma inovação em relação aos métodos convencionais, como os utilizados pela Polícia Militar e outras entidades.

Em entrevista ao programa Estúdio i, da GloboNews, o professor Pablo Ortellado, especialista em gestão de políticas públicas da USP, explicou detalhadamente o sistema de contagem adotado.

“A maior parte das estimativas que vemos ali, dos organizadores, elas são muito superestimadas e feitas mais ou menos no olho. O que estamos fazendo, há dois anos, é desenvolver a tecnologia para mensurar isso de uma maneira igual, que nos permita fazer comparações no tempo e [de maneira] razoavelmente precisa”, destacou Ortellado.

Enquanto métodos tradicionais, como o utilizado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), se baseiam na multiplicação da área ocupada pelo coeficiente de ocupação, a técnica empregada pela USP diferencia-se pela utilização de um software treinado para reconhecer e contar pessoas em multidões. Essa tecnologia, após ser aprimorada ao longo do tempo, apresenta uma margem de erro de aproximadamente 12%.

A metodologia envolve a captura de imagens por drones na posição vertical, seguida pela sobreposição e análise dessas imagens por meio de um software especializado. Uma vez identificadas as áreas ocupadas, o software realiza uma contagem das pessoas presentes, oferecendo uma estimativa precisa do público.

Apesar das limitações, como a dificuldade de contabilizar pessoas sob obstáculos físicos, Ortellado assegura a consistência e confiabilidade desse método, que tem se mostrado eficaz para análises comparativas ao longo do tempo.

A manifestação em questão, convocada por Bolsonaro em meio a investigações sobre sua possível participação em uma tentativa de golpe de Estado, atingiu seu pico de público em torno das 15h, coincidindo com a presença do ex-presidente no evento. Por volta das 17h, estima-se que o número de participantes tenha diminuído para entre 45 mil e 30 mil pessoas.

Essa abordagem mais precisa e tecnologicamente avançada representa um marco na avaliação de eventos políticos, contribuindo para uma análise mais fundamentada e transparente da participação popular.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui