Toque de recolher a partir das 23h começa nesta quarta-feira (5)

0
257

Redação

A partir desta quarta-feira (5), o toque de recolher em Cuiabá passa a vigorar das 23h às 5h, até o próximo dia 23 de agosto, conforme o Decreto nº 8.034. Durante esse horário, fica proibida a circulação de qualquer cidadão no território do Município, com exceção de quem trabalha em hospitais; clínicas veterinárias; clínicas odontológicas; clínicas médicas em regime de urgência e emergência; farmácias; supermercados; funerárias e serviços relacionados; serviço de segurança pública e privada

Profissionais da área fim da Saúde desde que em efetivo serviço; servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Mobilidade Urbana e Ordem Pública, quando em pleno exercício da função também estão autorizados a se locomover durante o horário do toque de recolher.

Também está permitida a comercialização de medicamentos via delivery em tempo integral (24h) e a comercialização de gêneros alimentícios mediante sistema delivery, ate a meia-noite. Todos devem cumprir todas as recomendações preconizadas pelos órgãos de Saúde quanto à necessidade de higienização dos produtos.

Os cidadãos que precisarem acessar os serviços essenciais elencados, desde que comprovada a necessidade urgente, podem se locomover entre 23h e 5h, preferencialmente, de forma individual.

Também está liberado o trânsito decorrente de retorno ou partida de viagens oriundas do Terminal Rodoviário de Cuiabá, Terminal Rodoviário de Várzea Grande e/ou Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

O toque de recolher funciona com a atuação de uma força-tarefa composta por cerca de 40 pessoas, entre agentes de regulação da Secretaria Municipal de Ordem Pública, agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana e Polícia Militar. As equipes percorrem todas as regiões da cidade, atendendo aos chamados que chegam através do número 190.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui