sexta-feira, agosto 19, 2022
HomeCovid-19Emanuel Pinheiro prorroga pagamento do IPTU e adota outras medidas

Emanuel Pinheiro prorroga pagamento do IPTU e adota outras medidas

Reprodução

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou, em live nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (16), que atendendo ao clamor social, estará prorrogando a cota única do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) com os mesmos 10% de desconto para 13 de julho.

“Essa é uma forma também da Prefeitura ser solidária, de não ser injusta, de não ser draconiana, porque prezemos primeiro pela vida e depois pela economia. É um prazo elástico de 90 dias, e exatamente vai ser um momento que projeta-se o momento mais delicado da pandemia, o momento mais crítico, então nesse momento quero dar condição ao contribuinte cuiabano de ter fôlego, de ter condições de não afetando o seu orçamento familiar, não afetando seu negócio, ele possa se organizar e continuar contribuindo com a municipalidade”, frisou o prefeito.

Com relação a quem já parcelou o pagamento em oito vezes, Emanuel esclareceu que está mantido o parcelamento, porém, para quem não parcelou ou mesmo para aqueles que parcelaram, mas desejam fazer um reparcelamento, a Prefeitura está abrindo uma condição de um novo parcelamento em quatro vezes, ou seja, sem setembro, outubro, novembro e dezembro.

Para aqueles que não fizeram ainda o pagamento do imposto, também haverá a oportunidade de fazer o parcelamento direto em setembro, outubro, novembro e dezembro, e Emanuel ressalta que para todas as negociações não haverá a cobrança de juros e sem multas. “Tudo que falei aqui é dentro do sistema normal, nada draconiano. Tudo sem juros, sem multa e sem correção monetária”.

“É minha determinação, a Prefeitura não vai sujar o nome de ninguém, de nenhum contribuinte nesse período mais difícil da pandemia, essa é uma forma também da Prefeitura ser solidária, de não ser injusta, de não ser draconiana, porque prezemos primeiro pela vida e depois pela economia. A economia a gente recupera, mas a saúde e a vida da população não”, finalizou.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments