Emanuel Pinheiro Responde a Críticas de Botelho sobre Programa de Tapa-Buracos

0
21

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), rebateu nesta segunda-feira (10) as críticas feitas pelo presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (União), sobre o custo do programa de tapa-buracos da prefeitura. Botelho ironizou, afirmando que R$ 15 milhões seriam suficientes apenas para tapar “o buraco de um dente”.

Resposta do Prefeito

Em resposta às declarações de Botelho, Emanuel Pinheiro afirmou que o valor é significativo e suficiente para realizar as obras necessárias, desde que sejam executadas por empresas responsáveis. “Se fosse a empresa dele aí sim. R$ 15 milhões é pouco. Por isso eu não deixei, eu pedi que não fosse feito com a empresa dele. Pedi que fizesse com empresa que acha que R$ 15 milhões é muito dinheiro,” declarou Pinheiro durante um evento.

Progresso das Obras

Segundo o prefeito, já é possível observar a redução dos buracos nas ruas da cidade e a previsão é de que todas as ruas estejam recuperadas em até 60 dias. “Empresa que trabalha com zelo, com responsabilidade, é dinheiro demais e dá para fazer muito e vou provar isso,” completou Emanuel Pinheiro.

Dívidas com Empreiteiras

Emanuel Pinheiro também negou que a prefeitura tenha dívidas milionárias com empreiteiras ligadas à família de Eduardo Botelho. Ele afirmou que as dívidas são normais, como as de qualquer outra empresa, e não chegam aos valores especulados. “São tantas empresas dele. Mas não deve esses valores que cogitam,” pontuou o prefeito.

Botelho em Oposição

Desde que foi escolhido como candidato a prefeito pelo União Brasil, Eduardo Botelho tem criticado constantemente a administração de Emanuel Pinheiro. O parlamentar afirma que sua campanha apresentará soluções concretas para os problemas da cidade e se posicionará como oposição.

Avanços do Programa Tapa-Buracos

Desde o lançamento do programa de tapa-buracos em 24 de maio, a prefeitura já beneficiou várias ruas e avenidas dos bairros Santa Cruz 1, Altos do Parque 1, Santa Rosa, Goiabeiras, Pedra 90, CPA 1, Jardim Universitário, Sonho Meu (região do Pedra 90), Altos do Parque e Avenida Antártica, sentido distrito do Sucuri.

Queixas da População

Apesar das afirmações do prefeito sobre o progresso das obras, a população ainda se queixa de ruas precárias em diversas regiões da capital. As críticas dos moradores apontam para a necessidade de uma fiscalização mais rigorosa e uma execução de obras mais eficiente.

Fonte: GazetaDigital

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui