quarta-feira, junho 16, 2021
HomeCovid-19Deputado denuncia suspensão de vacinação de servidores da segurança por falta de...

Deputado denuncia suspensão de vacinação de servidores da segurança por falta de repasse da SES

A vacinação dos servidores da Segurança Pública foi suspensa nesta quarta-feira (5) por falta de doses. O deputado João Batista (Pros) argumenta que a Secretaria de Estado de Saúde (SES) se nega a cumprir o acordo estabelecido com o Estado para repasse de 5% dos imunizantes recebidos para a classe.

O parlamentar afirmou, nesta manhã, que Saúde faz pouco caso e vai cobrar diretamente do governador Mauro Mendes (DEM) que honre o compromisso dos repasses.

“A última remessa que chegou, de 79 mil doses de Astrazeneca, a Secretaria de Saúde se nega a cumprir o repasse de 5% para servidores da Segurança Pública”, informou o parlamentar.

No mês de abril foi acordado entre a Assembleia Legislativa e o Estado o percentual de repasse para os agentes, que estão em direto contato com a população e que já contabilizou vários óbitos pela covid-19. Já no primeiro dia de vacina houve tumulto de dificuldade na comunicação entre o governo e Cuiabá, que teria os pólos de aplicação da vacina.

“Alegam que é o que está na normativa do Ministério da Saúde. Só que o Ministério estabelece um valor, mas o estado pode estabelecer as prioridades. A SES se nega a cumprir o que o Estado negociou. Desde segunda-feira estamos conversando. Desde hoje a vacinação está suspensa”, esclareceu o parlamentar.

A meta era vacinar todos os servidores da Segurança Pública ainda em maio, mas a imunização segue a passos lentos e com a suspensão deve demorar mais ainda.

De acordo com o Localiza SUS, do Ministério da Saúde, Mato Grosso já recebeu834. 164 doses de vacinas Coronavac, Astrazeneca e Pfizer. Do montante, aplicou 646.731. Correspondente a 77,5% do total recebido.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments