sexta-feira, maio 7, 2021
HomeDestaqueVereadores criam CPI para investigar medicamentos vencidos em Cuiabá

Vereadores criam CPI para investigar medicamentos vencidos em Cuiabá

Pablo Rodrigo e Khayo Ribeirto

Com 13 assinaturas, a Câmara Municipal de Cuiabá instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os medicamentos vencidos encontrados no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMCI). O pedido partiu do vereador Lilo Pinheiro (PDT),  que deverá presidir a Comissão.

 

Conforme o  apurou, o vereador Drº Luiz Fernando (Republicanos) é o favorito para ser o relator. Porém, a definição ocorrerá durante a reunião do Colégio de Líderes. A criação da CPI foi anunciada nesta terça-feira (27), durante a sessão ordinária que terá a secretária municipal de Saúde, Ozenira Felix, prestando esclarecimentos sobre os fatos.

No requerimento, a CPI investigará por 120 dias toda a situação sobre “aquisição, armazenamento e distribuição de medicamentos e insumos realizados pela secretaria municipal de Saúde de Cuiabá”.

O escândalo dos remédios vencidos veio à tona na última sexta-feira (23), após os vereadores da oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) terem recebido uma denúncia. Rapidamente, as imagens viralizaram nas redes sociais e grupos de WhatsApp.

De acordo com os parlamentares, entre as medicações estão insumos destinados a intubação de pacientes nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) que não foram enviados aos hospitais e unidades de saúde da Capital. Entre os remédios vencidos estava o AmBisome, antifúngico que custa mais de R$ 20 mil.

No mesmo dia da descoberta, a Câmara decidiu convidar a secretário Ozenira Felix para prestar explicações nesta terça.

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments