IPCA de Maio: Preços Sobem 0,46% com Forte Alta dos Alimentos e Impactos das Chuvas no RS

0
16

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou uma alta de 0,46% em maio, superando a expectativa do mercado financeiro de 0,42%. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Principais Motivos para a Alta

A inflação em maio foi impulsionada principalmente pelo grupo de Alimentação e Bebidas, que subiu 0,62% em relação a abril. O destaque ficou para os tubérculos, raízes e legumes, com a batata apresentando um aumento expressivo de 20,61% em apenas um mês.

Segundo o IBGE, as históricas enchentes no Rio Grande do Sul no mês passado já começam a afetar a economia brasileira, contribuindo para a elevação dos preços. André Almeida, gerente da pesquisa, explicou que “em maio, com a safra das águas na reta final e um início mais devagar da safra das secas, a oferta da batata ficou reduzida. Além disso, parte da produção foi afetada pelas fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul, uma das principais regiões produtoras.”

Comparação com Períodos Anteriores

Em abril, o IPCA havia registrado um aumento de 0,38%, indicando uma aceleração contínua da inflação. No acumulado do ano, a inflação já atingiu 2,27%, enquanto no período de 12 meses o índice acumula uma alta de 3,93%.

Análise dos Grupos de Consumo

A inflação de maio foi distribuída entre os diversos grupos de consumo da seguinte maneira:

  • Alimentação e bebidas: 0,62%
  • Habitação: 0,67%
  • Artigos de residência: -0,53%
  • Vestuário: 0,50%
  • Transportes: 0,44%
  • Saúde e cuidados pessoais: 0,69%
  • Despesas pessoais: 0,22%
  • Educação: 0,09%
  • Comunicação: 0,14%

Alimentos em Destaque

Além da batata, outros alimentos comuns na dieta dos brasileiros também apresentaram aumentos significativos. A cebola subiu 7,94%, o leite longa vida 5,36%, e o café moído 3,42%.

André Almeida destacou que “o leite está em período de entressafra e houve uma queda nas importações, resultando em menor oferta. Quanto ao café, os preços das duas espécies têm subido no mercado internacional, explicando o aumento observado em maio.”

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui